terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Oi, ninguém vai ler isso além de meus amigos/conhecidos que por acaso voltam aqui pra me zoar por esse blog. Mesmo assim vou deixar esse post aqui pq, afinal de contas, o blog é meu. 

Estava pensando em deletar o blog, não posto mais tem um milhão de anos, ninguém entra aqui, dentre outros motivos pertinentes. Ia fazê-lo, principalmente, por, depois de ler algumas postagens, não achar a menor graça mesmo, achar até um pouco ofensivo em alguns sentidos.

Mesmo assim não consegui deletar pois, querendo ou não, esse blog fez parte da minha história e desenvolvimento. Além disso, acredito que algumas pessoas quase riram algumas vezes que estiveram aqui. Resumindo, mesmo achando que tem alguns problemas eu ainda sou apegado à esse espaço.

Então agora vem a parte que eu queria chegar mesmo, esse blog agora pode servir para uma análise crítica de como as pessoas podem vir a mudar. Muitas coisas que pensava aos 13/14 anos, quando comecei o blog, foram superadas por outro tipo de pensamento. Percebo que não teria feito alguns posts ou comentários que aqui estão, contudo, agora eles servem pra perceber o crescimento que tive ao longo desses últimos anos. Quem diria que dá pra fazer uma análise crítica de si mesmo a partir de um blog antigo, a contemporaneidade é linda.

Talvez o que eu venha a escrever agora seja excesso de zelo, mas enfim. Esse espaço não é pra deixar ninguém triste ou com raiva é pra se fazer rir. Se não achar graça em alguma coisa aqui -talvez eu mesmo nem ache mais graça no post- fala comigo, vc que entrou aqui e leu isso tudo provavelmente é meu amigo, parente ou conhecido, portanto o diálogo vai ser fácil. 

Me despeço agora e, dessa vez, não vou enganar ninguém. Não vão ter posts novos e, na verdade, talvez até venha a deletar o blog em algum outro momento.

Calorosos abraços,
B

Nenhum comentário:

Postar um comentário